quarta-feira, 29 de julho de 2009

TRANSFERÊNCIA, TRANSPARÊNCIA E VESTÍGIOS

Abre nesse próximo dia 6 de agosto, na Galeria de Arte Copasa, à Rua Mar de Espanha, 525 - Santo Antônio - Belo Horizonte, a exposição de nossa colega Gabi Brasileiro. Gabi apresenta sua série envolta em cores, transparências e movimentos flúidos, na atmosfera de suas personagens femininas, de sonhos, de realidade e sentimento. Mais detalhes sobre seu trabalho aqui no blog ou nas próprias pinturas que ficam em exposição até 6 de setembro.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

IMAGENS DE JUNHO













CONSTRUÇÕES

Trabalho de Paulo Fiote, em andamento na Salla 7 do Centro Cultural-UFMG.
22/maio/09









12/maio/09


05/maio/09
O trabalho segue a orientação de estudos prévios em Photoshop


No trabalho de Paulo Fiotti, tema e processo disputam uma corrida que é ao mesmo tempo um disparate: a corrida ( contra ou a favor ) do próprio tempo, ou pela posse dele.

O piloto é o ser humano investido da capacidade de dominar a velocidade dos acontecimentos do mundo. É um profeta porque vive fora do próprio tempo, é o primeiro a trazer ao mundo as notícias do próprio destino - de sucesso ou de fracasso, de sorte e azar, algumas vezes trágico outras heróico, da perda ou da vitória celebrada num altar. É um deus porque comanda a natureza ao seu redor, fazendo com que ela obedeça à sua vontade no ritmo que imprime à própria vida.

Pois bem, todo aquele que se debruçar sobre o universo dos carros de corrida descobrirá por trás de cada máquina o duplo do piloto: o construtor. Cada segundo de diferença que o primeiro obtém na pista corresponde a dias, meses e anos de trabalho árduo do segundo - noites mal-dormidas, insônias, enxaquecas e cálculos meticulosamente desenhados próximos à perfeição da forma. As maravilhas da indústria automobilísticas não surgem de repente, neste quesito obedecem à lei que rege as grandes ( ou pequenas ) obras de arte.

Da mesma forma, encarar o desafio de retratar o tema em pintura é uma tarefa para se fazer sentado.

É preciso uma mão habilidosa para executar o traçado das linhas com precisão cirúrgica.

É preciso um olhar acurado para visualizar as curvas dinâmicas que não existiam.

É preciso sangue frio para obter as tonalidades precisas em cada detalhe aparentemente invisível.

Acho que Fiotti vive o drama de ser construtor e piloto da mesma máquina, na mesma corrida. às vezes encontramos na Salla7 o piloto Fiotti duvidoso do andamento de seu trabalho, uma vez que este aparece aos poucos ( como alguns pilotos que não se acostumam com o retrovisor, só querem olhar pra frente e outros que têm a ligeira necessidade de correr a última volta em cada volta).

Às vezes, encontramos na Salla7 o Fiotti construtor, aparecendo aos poucos - e com um nítido planejamento desenhado na mente dominando todos os processos e etapas de produção. Cada engrenagem, cada parafuso precisa aparecer no lugar certo. Erros de cálculo brincam com a fragilidade da própria vida colocando-a em risco. E podem ocasionar o pior: a perda da corrida.


quinta-feira, 9 de julho de 2009

CONSTRUÇÕES

Trabalho em andamento de Gabriela Brasileiro, nas dependências da SallaSete em abril-junho/2009.

09/05/09 14:44


08/05/09 14:46


05/05/09 14:26

29/04/09 15:22


18/04/09 18:46